Bolzano – Cortina D’Anpezzo – Lienz

 

 

O percurso de hoje só vem confirmar a fama dos Alpes como o suprassumo em matéria de viagem de moto. Beleza incomparável, boas estradas, excelente infraestrutura e muita, muita companhia. Ainda, ao contrário de algumas regiões dos Estados Unidos e Canadá, onde temos encontrado hotéis que nem aceitam moto em seus estacionamentos (dizem eles por motivo de seguro), por aqui há geralmente espaços especiais reservados às motos e os motociclistas são muito bem recebidos.

As estradas na Alemanha e na Áustria são mais bem conservadas que as da Itália, mas quando se cruza a fronteira para a Itália percebe-se que o pessoal daqui se diverte mais: há mais restaurantes, mais cantinas, mais bares e todos ficam abertos até mais tarde.

Esta noite dormimos em Bolzano, uma cidade com pouco mais de cem mil habitantes com características de cidade grande, onde literalmente se falam dois idiomas, alemão e italiano. As placas de rua, os menus, as informações na estrada e canais de TV estão sempre em dois idiomas. Até o nome da cidade figura em dois idiomas, Bolzano e Bozen. Na verdade, dois outros idiomas ainda são falados, inglês e ladim, idioma do Tirol.

Isso por que Bolzano foi fundada pelo general italiano Nero Claudius Drusus no ano 15 antes de Cristo. Com a queda do império romano, houve uma forte imigração da Bavária. Até o início da primeira guerra, Bolzano era parte do condado Húngaro-Austríaco. Depois da guerra, Bolzano voltou a ser território italiano. Mais tarde, Benito Mussolini fez um intenso programa de “italianização” da região. Durante a segunda guerra mundial Bolzano abrigou um campo de concentração nazista. Bolzano é também a sede do alto comando do Exército Alpino Italiano (COMALP).

Enfim, Bolzano é hoje muito mais italiana que alemã nos costumes. O pessoal daqui estaciona em cima da calçada e a vida noturna vai até mais tarde. Agora pela manhã, antes de botar o pé na estrada, estivemos numa típica feira livre italiana (lembra as de São Paulo).

Mas, para a nossa viagem, o que interessa é que Bolzano fica num local estratégico, com fácil acesso a várias regiões dos Alpes. Alguns grupos de motociclistas montam “uma base” em Bolzano e saem diariamente para passeios diferentes, voltando para pousar na cidade. Não podemos perder tempo pois nosso destino hoje é Lienz, na Áustria, e um dos dias mais desgastantes da viagem.

Saímos em direção à Cortina d’Ampezzo por uma estrada belíssima. E, quando pensávamos que o visual do Passo dello Stelvio seria imbatível, chegamos ao Parco Naturale Regionale dele Dolomiti, uma formação rochosa tombada pela UNESCO. Essa cadeia nos acompanha por muitos quilômetros. Difícil é concentrar nas curvas, tamanha beleza. Mas logo teremos que cruzar um novo passo, e toda atenção é necessária. E, com esse visual todo e tomada de curva após tomada de curva, chegamos a Cortina d’Ampezzo, playground dos ricos e famosos no inverno. A cidade está meia deserta no verão. É difícil encontrar um restaurante aberto às três da tarde.

O movimento de motos diminuiu muito por aqui. As motos estão mais para GS do que para as esportivas. Nenhuma Harley à vista durante muito tempo.

Uma boa descansada em Cortina, uma volta pela cidade, e continuamos em direção à Áustria. A estrada melhora muito. A Áustria construiu uma série de túneis e pontes, muitos ainda em obras, o que tornou estas estradas mais seguras e a viagem bem mais curta.

O dia vai chegando ao fim e chegamos em Lienz, uma pérola. O hotel é legal, administrado por uma família, fora da cidade, no campo, cercado de montanhas por todos os lados. Quando digo montanhas, quero dizer montanhas mesmo. Uma cordilheira imensa de rocha pura. Talvez ainda estejam cantando “The Sound of Music” por aí. O pessoal do hotel não poderia ser mais hospitaleiro. É hora de descansar por hoje.

Clique na imagem abaixo para ampliar o mapa

FOTOS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma rua de Bolzano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um pequeno castelo à saída da cidade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mozart viveu uns tempos por aqui.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Típica placa de rua em dois idiomas, italiano e alemão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Já no início da estrada em direção às Dolomitas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma parte das Dolomitas já visível ao fundo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma breve paradas para descanso frente ao monumento às motos feito com galhos de árvores. (mais imagens no clip)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A imponência das Dolomitas, um monumento da humanidade.

 

 

 

 

 

 

Graciela esticando a perna um pouco no estacionamento de hotéis, bares, lojas e restaurantes.

 

 

 

 

 

 

Vistas das Dolomitas e início do Passo Pordoi.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prontos para continuar?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quanto mais perto se chega das Dolomitas, mais se sente a verdadeira dimensão dessa cordilheira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Finalmente Cortina d’Ampezzo a seis quilómetros. De agora em diante é só descida.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um ciclista maluco nos passa a 70Km por hora antes de uma curva de 30. E ainda por cima pedalava para ganhar velocidade!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais um passo rumo a Lienz.

One Response to “Bolzano – Cortina D’Anpezzo – Lienz”

  1. Chique demais este passeio.
    Um dia ainda farei um igual.

     

Deixe seu comentario

You must be logged in to post a comment. Log in »

© 2011 BRTVonline.com